2020-10-02

Hernâni Carvalho promove um olhar sobre o papel da mulher no seu novo livro "Avé-Marias".

Uma reflexão sobre a maneira como a mulher é descrita na Bíblia, na desigualdade entre sexos e no tratamento que, milénios depois, ainda é dispensado às mulheres.

Partilhar:

Inesperado, tendo em conta o percurso do autor, mas bem ao seu estilo, Avé-Marias é um olhar sobre as mulheres reais e os seus papéis ao longo da História tendo como ponto de partida aquele que é o texto fundamental em que se baseia cultura ocidental: a Bíblia. O novo livro de Hernâni Carvalho chega às livrarias a 9 de outubro, publicado pela Contraponto.

 

Votadas desde a Antiguidade ao silêncio e limitadas à reprodução e às atividades domésticas, ao longo da História as mulheres foram sempre remetidas para a sombra. E na Bíblia acontece o mesmo. A mulher bíblica era, essencialmente, amante, esposa e mãe. O seu papel era na vida familiar, dependente do marido ou do pai na vida social, económica, política e religiosa. Na Bíblia, o lugar da mulher era bem claro: um lugar secundário, acessório, carregado de deveres e sem direitos.

 

Em Avé-Marias, Hernâni Carvalho apresenta um olhar sobre essas mulheres, mulheres reais, que por vezes desempenharam papéis determinantes e acabaram retratadas como meras espectadoras, convidando a uma reflexão sobre o tratamento subalterno que ainda hoje, séculos e séculos depois, se dá às mulheres em muitos lugares.

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK