Matadores

Matadores

avaliação dos leitores (2 comentários)
(2 comentários)
Dez casos de portugueses que, no século XXI, mataram mais de três pessoas de uma só vez.
Formatos disponíveis
16,60€I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,60€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO EM CARTÃO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Matadores, homicidas e assassinos serão significados diferentes para o mesmo resultado - a morte - ou atos de significado diferente com o mesmo resultado? Como distingui-los? Como agem os polícias em cenários de crime? E como se procede para apurar uma causa de morte?
Do mais reconhecido jornalista da área da criminologia, que é simultaneamente um dos profissionais de televisão com mais investigações de relevo realizadas ao longo das últimas duas décadas, a Contraponto publica um livro de enorme pertinência para a compreensão da sociedade de hoje.

Encerrando características diferentes entre si, estes atos homicidas ou a inação das autoridades suscitam várias reflexões ao cidadão comum. Afinal, que tratamento e proteção dá o país às vítimas? O que é um crime? Como se desenvolve uma investigação judiciária? Que buracos e obstáculos tem a lei? Como funciona o RASI e porque não tem crédito internacional?
Em Matadores - Como Matam Os Portugueses No Século XXI, Hernâni Carvalho, jornalista doutorado na área da psicologia forense, apresenta algumas respostas, a partir do relato de dez casos de portugueses que, no século XXI, mataram mais de três pessoas de uma só vez.

Ao jeito daquilo a que nos habituou na televisão, em registo de conversa com o cidadão comum, que vive e sente a vida do país, Hernâni Carvalho mostra que, por estranho que pareça, todos somos capazes de matar.
Ver Mais

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Como funciona a justiça em Portugal?
Bruno Santos - livreiro Bertrand La Vie Guarda |2019-06-29
Hernâni Carvalho neste livro, faz uma reflexão importante sobre o estado da sociedade portuguesa. Partindo de uma análise de dez casos de assassínios que chocaram o país , o autor coloca a "nu" as fragilidades do sistema de justiça português. Um livro fantástico em que o autor simplifica conceitos e termos complexos ao cidadão comum, tornando a leitura num dialogo permanente com o leitor.
Arrepiante
Flávio Alves - Livraria Bertrand Alma Shopping |2019-05-11
Um livro de extrema importância na sociedade de hoje. É de maior importância perceber as razões que levam a que várias pessoas realizem actos que possam levar ao fim da vida de outros, quer esses actos tenham o nome de matar, homicídio, ou assassino. Um livro que é escrito em forma de conversa com o leitor, da forma a que nos acostumou o autor, interessante e prezado pela clareza com que aborda este tema complexo.

DETALHES DO PRODUTO

Matadores
ISBN:9789896661939
Edição/reimpressão:04-2019
Editor:Contraponto Editores
Código:000007000128
Idioma:Português
Dimensões:148 x 235 x 19 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:264
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Psicologia
Hernâni Carvalho nasceu em Lisboa, em 1960, é casado e tem dois filhos. É o jornalista mais destacado no contexto do comentário televisivo sobre Segurança e Criminalidade. Fez reportagens de guerra na Bósnia, Honduras, Timor, Sahara Ocidental, Gambia, Paquistão e Afeganistão. Publicou reportagens no Independente, na Sábado e no Correio da Manhã. Está na SIC há dez anos, onde assinou programas como «Nas Ruas» e «Linha Aberta com Hernâni Carvalho», além da análise criminal que faz de forma quase diária. O grande público conhece menos bem o trabalho de estudo e investigação que tem desenvolvido na área da Psicologia Forense. Hernâni Carvalho é doutorado em Psicologia pela Universidade da Extremadura, em Espanha, na qual defendeu uma tese sobre a mente dos terroristas. Jornalista-auditor de Defesa Nacional, é também pós-graduado em Neuropsicologia e tem estudos graduados na área das Ciências da Religião. Já publicou uma dezena de livros, quase todos dedicados ao fenómeno da criminalidade. É membro da Academia Americana de Psicologia e da Academia Americana de Ciências Forenses.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK