Morrer com Dignidade

Morrer com Dignidade

Tudo o que deve saber sobre a morte assistida
Formatos disponíveis
13,30€
24H
EM
STOCK
COMPRAR
EM
STOCK
13,30€
COMPRAR
IEm stock - Envio 24H

SINOPSE

Do Movimento Morrer com Dignidade, com testemunhos de: Aranda da Silva, Daniel Bessa, Edite Estrela, Francisco George, Francisco Louçã, Francisco Pinto Balsemão, Júlio Machado Vaz, Maria Filomena Mónica, Mário Nogueira, Rogério Alves e Rui Rio.

Discute-se no nosso país a despenalização da Morte Assistida, mas um aspeto é evidente: morre-se mal em Portugal. Em muitos casos, a morte é um processo solitário de violenta agonia e degradação física.
Neste livro, da autoria do movimento cívico Direito a Morrer com Dignidade, e organizado pelo médico e político João Semedo, defende-se que cada pessoa deve poder assumir a opção que entender sobre os últimos momentos da sua vida: continuar a sofrer ou acabar com esse martírio. Seguindo-se este enquadramento profundamente democrático, ninguém é obrigado e ninguém é impedido, o único critério é a escolha de cada um.

Inclui:

- Prefácio de Gilberto Couto (médico) e posfácio de Lucília Galha (jornalista)
- 33 questões fundamentais sobre a morte assistida
- Depoimentos de personalidades destacadas da sociedade portuguesa
- Textos dos autores dos projetos de lei em debate no Parlamento: Maria Antónia Almeida Santos, deputada do PS; José Manuel Pureza, deputado do BE; André Silva, deputado do PAN; Heloísa Apolónia e José Luís Ferreira, deputados do PEV.
- Textos de juristas sobre a consagração da despenalização na lei portuguesa: Rafael Gonçalves, José Eduardo Martins
- Sugestões de leitura.

Os direitos de autor deste livro revertem por inteiro para a ONG Médicos do Mundo.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Morrer com Dignidade
ISBN:9789896661823
Edição/reimpressão:05-2018
Editor:Contraponto Editores
Código:000007000115
Idioma:Português
Dimensões:149 x 233 x 12 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:152
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Ciências Sociais e Humanas > Sociologia
João Semedo foi médico. Presidiu ao Conselho de Administração do Hospital Joaquim Urbano (SNS), especializado em doenças respiratórias e infeciosas. Autor de diversos projetos-lei na área da Saúde, entre os quais os que conduziram à aprovação das leis de prescrição de genéricos, do estatuto do dador de sangue, do acompanhamento nos serviços de urgência, da carta dos direitos dos utentes do SNS (tempos de espera), da dispensa gratuita de medicamentos após alta hospitalar e do testamento vital. Participou na fundação do movimento "Direito a morrer com dignidade". Foi membro do Bloco de Esquerda, partido de que foi coordenador, entre 2012 e 2014, e pelo qual foi deputado entre 2006 e 2015.
Faleceu a 17 de julho de 2018, aos 67 anos.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK