O Amor É Uma Invenção dos Pobres

Pensamentos e emoções sobre o amor e os filhos
Formatos disponíveis
15,50€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
15,50€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I Envio até 5 dias úteis
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

Profundamente corajoso, por vezes chocante, mas sempre buscando a verdade, um livro que não deixará o país indiferente.
A vida adulta coloca uma infinidade de desafios, para os quais a infância e a juventude nem sempre preparam. No Portugal oprimido e triste de meados do século XX, poucas famílias davam aos filhos a atenção e o carinho que hoje parecem elementares, e quase nunca a sociedade dava margem para que homens e, sobretudo, mulheres fossem mais do que - triste e opressivamente - era suposto serem.

Todos estes aspetos ficam bem evidentes neste livro, o segundo de uma trilogia autobiográfica que Luísa Castel-Branco dedica à infância e às memórias, ao amor e aos filhos, ao envelhecimento e à morte. Partindo da relação que teve com os próprios pais e dando conta de como era o país, a autora explica-se a si própria, compreende e ajuda a perceber as opções que tomou, tanto a nível pessoal como profissional e familiar. E não receia abordar questões profundas e difíceis, com as quais, por certo, muitos leitores se identificarão. Assuntos que toda a vida ocultou e que devem ser matéria de debate numa sociedade que se quer, se não evoluída, pelo menos civilizada, tais como os maus-tratos psicológicos na infância, a traição e a mentira, e os abusos sexuais sobre menores.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

O Amor É Uma Invenção dos Pobres
ISBN: 9789896662639
Edição/reimpressão: 11-2022
Editor: Contraponto Editores
Código: 193633000075
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 234 x 13 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 136
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
Luísa Castel-Branco nasceu em Lisboa, em 1954. A sua vida esteve desde sempre ligada à comunicação: começou por colaborar no jornal Semanário e mais tarde fez parte do grupo fundador da revista Máxima. Foi assessora de imprensa de vários gabinetes ministeriais e criou uma agência de comunicação, dedicando-se à área do marketing político. Em 1999, foi convidada a integrar o projeto CNL, onde começou a sua carreira televisiva. Depois do talk show «Luísa», apresentou o concurso «Dinheiro à Vista» (TVI), seguido de «Emoções Fortes» e «O Elo Mais Fraco» (RTP1). Na SIC Mulher, apresentou «Vícios e Virtudes» e participou ainda em «Eles por Elas». Nos últimos sete anos, foi comentadora do programa «Passadeira Vermelha». Depois de em 2001 ter publicado Luísa – o seu primeiro livro –, estreou-se no romance com Alma e os Mistérios da Vida, uma obra que convenceu a crítica e conquistou o público. Desde então, publicou mais 11 títulos, entre os quais, em 2020, Quando Eu Era Pequenina e, em 2022, O Amor É Uma Invenção dos Pobres, ambos parte de uma trilogia de cariz autobiográfico.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK