O Poço e a Estrada

O Poço e a Estrada

avaliação dos leitores (1 comentários)
(1 comentários)
Agustina: uma mulher controversa, uma vida extraordinária, uma obra genial.
Formatos disponíveis
19,90€I
17,91€I
-10%
24H
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
19,90€I
17,91€I
COMPRAR
I10% DE DESCONTO IMEDIATO
IEm stock - Envio 24H
IPORTES GRÁTIS

SINOPSE

Agustina: uma mulher controversa, uma vida extraordinária, uma obra genial.

«Mas tenho uma história, e que história. […] Ninguém a conhece.» Era com estas palavras enigmáticas que, aos setenta anos, muito perto da viragem do século, Agustina Bessa-Luís perspetivava a sua existência. Já nessa altura contava com mais de cinquenta títulos, entre romances, contos, biografias, peças de teatro, ensaios, livros para a infância e de memórias, dialogando com a História, com a sociedade que a rodeava, com outros escritores, com outros artistas.

Desde cedo, Agustina revelou ter consciência de que não era uma pessoa convencional. Não foi uma criança comum. Não casou nas circunstâncias que se esperariam de uma rapariga da sua condição social. Não foi a típica esposa e mãe burguesas. Não foi a apoiante política esperada. Nunca se afirmou feminista, mas a sua história de vida foi mais radical e corajosa do que a de muitas feministas convictas. E, como escritora, raros são os que têm dúvidas em apontá-la como uma das mais geniais e complexas personalidades da literatura em língua portuguesa.

Através de uma pesquisa extensiva e rigorosa, baseada em dezenas de entrevistas, testemunhos, documentários, registos oficiais e textos epistolares, estabelecendo pontes constantes com a obra literária de Agustina, Isabel Rio Novo, uma das mais talentosas romancistas portuguesas da atualidade, reconstitui o percurso de vida de uma figura ímpar da nossa cultura contemporânea, numa biografia que se lê como um romance.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

«Quando a entrega à literatura é tão intensa como em Agustina – a grande -, só uma mestria como a de Isabel Novo estaria à altura de ler a vida nas próprias linhas de quem sobre ela tão claro escreveu.»
Álvaro Domingues

«Isabel Rio Novo dá-nos, com esta nova biografia de Agustina, uma imagem plena da escritora, da sua genial criatividade literária e também da sua original personalidade. Conciliando imaginação e rigor, termina o seu notável trabalho de biógrafa sabendo que, como Agustina disse, “o que resta é sempre o princípio feliz de alguma coisa”.»
Álvaro Manuel Machado

«Uma biografia que faz justiça à prodigiosa obra de Agustina Bessa-Luís e à sua personalidade livre, generosa, indomável.»
Inês Pedrosa

«Sem dúvida que a figura de Agustina Bessa-Luís dará matéria para muitas biografias futuras. Mas duvido que alguma delas possa vir a equilibrar, de forma tão perfeita, a busca da verdade histórica com a paixão pela figura biografada, como o conseguiu fazer Isabel Rio Novo.»
Lídia Jorge

«O Poço e a Estrada acompanha a par e passo, envolvendo-a numa escrita lírica, a vida familiar, social, existencial e literária de Agustina, com evidente predomínio desta última.»
Miguel Real

«A biografia de Isabel Rio Novo é um trabalho imenso que deve ser reconhecido.»
Patrícia Reis

«Sem deixar de ser a escritora que tanto admiro, Isabel Rio Novo tece uma narrativa de confluências e diversidade de vozes que respiram Agustina por todos os poros: uma belíssima polifonia que convoca, inclusivamente, a voz acesa do leitor.»
Rosa Alice Branco
«Não é uma biografia romanceada nem um romance biográfico. E até poderia ser, dado os "dotes" literários da autora que, no entanto, se ateve aos factos, oferecendo-nos uma exaustiva e apelativa biografia da ficcionista, uma das "estrelas" da literatura portuguesa: O Poço e a Estrada - Biografia de Agustina Bessa-Luís.»
Luís Ricardo Duarte, Jornal de Letras

«Um livro que vai muito além da reposição cronológica ou factual. A autora conta-nos uma história no cruzamento da vida e da obra de Agustina Bessa-Luís. Uma biografia que é também um desejo - o desejo de que mais leitores cheguem e chamem por Agustina.»
Joana França Martins, RTP

«O Poço e a Estrada apresenta pormenores, pequenas histórias, revelações e novas interpretações sobre uma das mais elogiadas escritoras portuguesas.»
Bruno Horta, Observador

«Isabel Rio Novo mostra-nos uma dimensão humana surpreendente da autora.»
Sérgio Almeida, Jornal de Notícias

«É essa capacidade de Agustina de perscrutar o poço das singularidades humanas e de percorrer a estrada que fez dela um nome central na literatura portuguesa que Isabel Rio Novo reconstitui nesta fascinante biografia. […] a biógrafa dá-nos um retrato de corpo inteiro da autora de A Sibila, onde sobressaem histórias notáveis.»
Carlos Vaz Marques, TSF

«Vibrante e fundamentado.»
Mário Santos, Público

«Escrita com grande desenvoltura narrativa, O Poço e a Estrada lê-se como um romance.»
Eduardo Pitta, Sábado

COMENTÁRIOS DOS LEITORES

Trabalho extenso e exaustivo
Henrique Fialho - Livreiro Bertrand La Vie Caldas da Rainha |2019-04-22
É muito provável que as circunstâncias tenham condicionado as opções tomadas, resultando esta biografia, primeiro, numa tentativa de reconstrução das raízes a partir das personagens da própria Agustina e, depois, num exaustivo trabalho de recolha. Setenta e nove páginas de notas de rodapé dão conta do serviço...

DETALHES DO PRODUTO

O Poço e a Estrada
ISBN:9789896661779
Edição/reimpressão:02-2019
Editor:Contraponto Editores
Código:000007000109
Idioma:Português
Dimensões:152 x 234 x 30 mm
Encadernação:Capa mole
Páginas:504
Tipo de Produto:Livro
Classificação Temática: Livros em Português > Literatura > Biografias
Isabel Rio Novo nasceu e cresceu no Porto, onde fez mestrado em História da Cultura Portuguesa e se doutorou em Literatura Comparada. Ao longo do seu percurso académico, recebeu bolsas da Fundação para a Ciência e Tecnologia, do Instituto Camões, da Fundação Engenheiro António de Almeida e da Fundação Calouste Gulbenkian. Leciona história da arte, estudos literários, escrita criativa e outras disciplinas nas áreas da literatura, da história e dos estudos interartes, e é autora de várias publicações nessas áreas, com destaque para o dicionário ilustrado Literatura Portuguesa no Mundo (2005), em parceria com Célia Vieira. Enquanto ficcionista, está representada em antologias de contos e colabora com ensaios e textos de ficção nas revistas Granta, Egoísta, LER e Colóquio/Letras.
É autora da narrativa fantástica O Diabo Tranquilo (2004), da novela A Caridade (2005, Prémio Literário Manuel Teixeira Gomes), do livro de contos Histórias com Santos (2014) e dos romances Rio do Esquecimento (2016, finalista do Prémio LeYa e semifinalista do Prémio Oceanos), Madalena (inédito, Prémio Literário João Gaspar Simões) e A Febre das Almas Sensíveis (2018, finalista do Prémio LeYa). Beneficiou recentemente de uma Bolsa de Criação Literária atribuída pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB), de que resultou a escrita do seu quarto romance.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK