Política de A a Z

Formatos disponíveis
17,70€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
17,70€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

De A a Z, um guia para compreender todos os segredos da política. Altamente recomendado para políticos, por exemplo. O que é um assessor? O que significa balcanização? Pode um Estado promover o ateísmo? Qual a diferença entre patriotismo e patrioteirismo? O que é o maniqueísmo e porque usamos erradamente a palavra? O que é a imunidade parlamentar (e o que a distingue da imunidade diplomática)? O que é a democracia orgânica e o que a distingue da democracia popular? E o que é a cleptocracia? E a meritocracia? Porque é que a desobediência civil é um dever? O que é o culto da personalidade e o que tem isso a ver com o maoismo? Porque é que coabitação não tem a ver com coligação? Qual a diferença entre socialismo utópico e socialismo científico - e, já agora, socialismo real? O que foi a Quinta Coluna? O que é a partidocracia? O que é a plutocracia? O que tem a ver o positivismo com a política? O que foi o Gulag? E a ANP? O que é uma distopia? Um conservador pode ser liberal? Qual a diferença entre CDE e CDS? E entre cento, centrão, centralismo e centralismo democrático?

Existem, mesmo, barões na política portuguesa? E caciques? Qual a diferença entre comentador e comendador? E entre estado-nação e estado de nações? Leninismo e estalinismo são a mesma coisa? O que é a inflação e porque é que ela também é perigosa? O que é o jiadismo? O MRPP foi importante? E o PRD? E o PREC? E o PIB? Qual a diferença entre liberalismo e neoliberalismo? Ainda há miguelistas na política portuguesa? O que foi o Conselho da Revolução? O que o distingue do Conselho de Estado? E o que distingue Conselho da Europa de Conselho Europeu?

Este livro responde a estas e muitas outras questões relacionadas com o dia-a-dia da política, sempre com clareza, distanciamento, inteligência, às vezes ironia. Fundamental.
Ver Mais

CRÍTICAS DE IMPRENSA

"Este dicionário político tem qualidade, rigor, profundidade e é um contributo inestimável para o enriquecimento democrático. É um contributo de cidadania e passa a ser um livro indispensável para decisores políticos."
Luís Marques Mendes

«Um livro rigoroso e muito bem escrito (…) que recomendo a todos alunos de Ciência Política. Uma obra vasta e muito bem organizada, do ponto de vista literário e conceptual.»
João de Almeida Santos

Este livro é importante para quem está na política e é também um livro que eu recomendaria aos jovens que estão a despertar para a vida cívica. É uma obra que vale a pena ter nas nossas bibliotecas para consulta permanente.
António Almeida Henriques
O aspeto mais interessante deste glossário político é o facto de se centrar em particular na política portuguesa, sempre que isso se justifica, com exemplos que nos são próximos. Este livro pode ser, por isso, um bom auxiliar para quem quiser entender melhor certos conceitos políticos.
Carlos Vaz Marques, TSF

DETALHES DO PRODUTO

Política de A a Z
ISBN: 9789896661427
Edição/reimpressão: 01-2017
Editor: Contraponto Editores
Código: 000007000076
Idioma: Português
Dimensões: 149 x 234 x 24 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 312
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Política > Política em Geral

sobre os autores

Pedro Correia nasceu em 1961 em Lisboa e tem uma carreira de 30 anos de jornalismo. Foi editor do semanário Tempo, correspondente em Macau do Expresso, do Público e da Rádio Renascença, fundador e primeiro diretor do semanário macaense Ponto Final, chefe de redação do diário Jornal de Macau e diretor do Tribuna de Macau. No Diário de Notícias (desde 1996, ano em que regressou de Macau, depois de dez anos naquele território) foi, sucessivamente, repórter parlamentar, grande repórter, editor da secção Internacional e editorialista. Atualmente, é consultor de comunicação e um dos autores (desde 2009) do blogue Delito de Opinião, onde escreve com frequência diária. É autor dos livros Presidenciáveis (2005) e Vogais e Consoantes Politicamente Incorrectas do Acordo Ortográfico (2014) e ainda coautor e coordenador de Novo Dicionário da Comunicação (2015) e de Política de A a Z (Contraponto, 2017).
Ver Mais
Rodrigo Gonçalves nasceu em 1974 em Lisboa, é licenciado em Ciência Política pela Universidade Lusíada e tem o grau de Mestre em Ciência Política, Cidadania e Governação pela Universidade Lusófona, além de um MBA em Liderança e Gestão de Negócios. Em 2004-2005 integrou, como adjunto, o gabinete do secretário de Estado adjunto do ministro da Administração Interna. Presidiu durante oito anos à Junta de Freguesia de São Domingos de Benfica. No XIX Governo Constitucional, desempenhou as funções de adjunto do secretário de Estado do Emprego. Consultor na área da Liderança e Gestão de Negócios, é assessor na Câmara Municipal de Lisboa e deputado na Assembleia Municipal. Escreve no blogue Kapagêbê.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK