Só Eu Sei Porque Estive na Casa

Saiba como é realmente viver na casa mais vigiada do país.
Formatos disponíveis
16,60€ I
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
COMPRAR
-10%
PORTES
GRÁTIS
EM
STOCK
16,60€ I
COMPRAR
I 10% DE DESCONTO EM CARTÃO
I EM STOCK
I PORTES GRÁTIS

SINOPSE

«Vais dizer que não, certo?»

Esta foi a reação de praticamente todas as (poucas) pessoas a quem Virginia López falou do convite que recebeu para participar num reality show. Na verdade, até ter recebido aquele telefonema, também ela nunca se imaginara a viver numa casa com mais de uma dezena de desconhecidos, tendo de partilhar tudo, até a cama, e vigiada 24 horas por dia por câmaras, até na casa de banho!, que transmitiam as imagens para todo o país.

Quem nunca fantasiou com os bastidores de um reality show ou se questionou se seria capaz de aguentar a falta de intimidade e a exposição pública? O que motiva uma pessoa a participar num programa destes? Será o dinheiro do prémio? Tornar-se famosa?

E as câmaras mostram mesmo tudo? O que se vê através do ecrã é a realidade… ou apenas aquilo que faz parte do show? E os concorrentes? Mostram-se como efetivamente são ou estarão apenas a desempenhar um papel para entreterem o público e vencerem o programa?

Neste relato vívido e honesto, Virginia López, a primeira escritora a integrar um reality show em Portugal, conta-lhe agora como é realmente viver na casa mais vigiada do país... a partir de dentro.
Ver Mais

DETALHES DO PRODUTO

Só Eu Sei Porque Estive na Casa
ISBN: 9789896663704
Edição/reimpressão: 10-2022
Editor: Contraponto Editores
Código: 193633000168
Idioma: Português
Dimensões: 150 x 235 x 16 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 224
Tipo de Produto: Livro
Classificação Temática: Livros > Livros em Português > Literatura > Memórias e Testemunhos
Virginia López nasceu em 1979 em Valladolid, Espanha. Estudou Jornalismo na Universidade Complutense de Madrid e, em 2000, o programa Erasmus trouxe-a para Lisboa. Ao terminar os estudos, participou na realização do programa Os Combatentes do Ultramar, para o Canal História, e depois trabalhou durante uma década como correspondente de vários meios de comunicação espanhóis, como El Mundo ou Cadena SER. Também colaborou com meios portugueses, como Diário de Notícias e Notícias Magazine. Durante sete anos, foi comentadora da Antena 1, no programa O Esplendor de Portugal. Já publicou vários livros: De Espanha nem Bom Vento nem Bom Casamento (2012), Impunidade (2013), Killers (2019) Supervendedora, Supervencedora (2021), onde partilha o seu sucesso como empreendedora na venda direta, e o primeiro romance A Solidão da Gaiola (2021). Publicou também o seu primeiro conto infantil intitulado Viveram Felizes Para Sempre Em Palácios Separados (2020). Escreveu o livro de memórias de Maria das Dores, que ficou conhecida em Portugal como a socialite que mandou matar o marido — Eu, Maria das Dores, me Confesso (2019) — e, após a sua participação no reality show, ajudou a artista e influencer Marie a contar a sua história no livro: La Vie de Marie, a Verdadeira História (2022). Empresária, mentora de vendas e palestrante, é casada com um português e mãe de dois filhos; adora ler, jogar jogos de tabuleiro, viajar e escrever.
Ver Mais

Este site utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa política de privacidade. Tomei conhecimento e não desejo visualizar esta informação novamente.

OK